Período Integral

 

Nós da Escola Willy Janz possuímos uma missão, você conhece ela?

“Formação integral do ser humano, por meio de uma educação de excelência, contemplando todos os aspectos, de acordo com os princípios cristãos”, pois somos uma escola cristã pautada nos princípios bíblicos e baseada na palavra de Deus em todas as nossas ações.

Desenvolvimento Integral

O Integral e Intermediário,  oferece  a  nossas  crianças  a  possibilidade  de vivenciar experiências e propostas em espaços devidamente preparados e  organizados  com  equipamentos  e  materiais  diversos.  Buscamos  criar assim,   oportunidades   para   que   nossas   crianças   possam   brincar, movimentar-se,  comunicar-se,  conviver,  desenvolvendo  a  linguagem, podendo vivenciar o cotidiano e desenvolvendo-se integralmente.

Vivências…

Acreditamos que as crianças devem ter experiências  para  que  a partir  dessas  vivências,  possam  construir conceitos e conhecimentos que levarão para o resto de suas vidas.

Os primeiros anos têm uma importância muito grande sobre a capacidade de aprendizagem da criança.

Autonomia

Nossas propostas no período integral e intermediário favorecem essa autonomia, no momento em que os professores preparam o ambiente para exploração, reflexão e investigação por parte da criança, e também no cotidiano, no servir do almoço, na escolha dos alimentos, ao colocar e tirar seus calçados sozinhos, o cotidiano é uma formação para a vida.

Alimentação

Estimulamos a alimentação saudável por meio de diversas propostas. As crianças são convidadas a experimentarem alimentos diferentes de forma natural.

Como nasce um projeto?

A vida dos seres humanos é constituída por uma constante reelaboração de projetos. Barbosa, 2008.

 

O projeto é um ciclo de brincadeiras, aprendizagens e ações do professores. Parte das propostas iniciais através de devocionais, rodas de conversas, brincadeiras livres, intencionais e ambientes preparados.

Essas propostas normalmente acontecem em formato de ambientes preparados, brincadeiras, ou jogos que visam o aprofundamento das pesquisas que está sendo realizada em cada sala.

 

O professor como mediador não determina o projeto sozinho, e sim no coletivo, juntamente com as crianças. O projeto dá início a partir do interesse advindo da criança.

 

“Um projeto pode iniciar durante as atividades de exploração dos materiais da sala. O educador observa, anota dados relevantes – data, criança, espaço, materiais, canais sensoriais, tipo de jogo – e, após um período inicial de observação, pode preparar um projeto.” (Barbosa e Horn, 2008).

O que realmente importa para nós, dentro dos projetos, não é o final, e sim o percurso do mesmo, o processo de construção que é dado a partir do interesse das crianças, tornando-se algo prazeroso a pesquisar.

 

A última etapa do trabalho com projetos é a elaboração final das documentações pedagógicas, reunindo todo o processo do projeto até as aprendizagens significativas tanto no grupo quanto no individual.

 

Quando documentamos, estamos valorizando, respeitando e confiando na criança, a qual muitas vezes não é acreditada pela maneira como pensam dela. A documentação serve para comunicar a maneira complexa como a criança pensa e reage sobre o mundo.

“A documentação e toda a coleção de imagens, histórias, desenhos, palavras, ideias e produções de crianças e adultos, surgidos a partir da vida da escola, que são organizados para poder dar uma mensagem a um leitor.” (Barbosa, Goulart, Amaral, 2017).

Formação do professor

Para  que  tudo  isso  possa  acontecer  com  eficácia  e  excelência, acreditamos    que    devemos    ter    profissionais    que    estejam preparados  e  que  compreendam  a  importância  dos  primeiros  anos  da criança,  respeitando  o  desenvolvimento  da  mesma  em  todos  os  seus aspectos.  Com  isso,  nossos  professores  são  sempre  estimulados  com estudos  que  façam  a  conexão  com  suas  práticas,  que  norteiam  seu trabalho pedagógico e que contribuam na formação da criança em toda a sua inteireza.

Inglês

As aulas de Inglês para Educação Infantil, entram como complemento aos projetos trabalhados em sala de aula, trazendo o contexto americano. Já no Ensino Fundamental, as aulas entram como auxílio, realizando momentos de estudos para provas, apresentações de trabalhos, entre outros estudos os quais viabilizam auxiliar no processo de aprendizagem, uma extensão do período regular.

Psicomotricidade

As aulas de psicomotricidade, tanto para Educação Infantil, quanto para o Ensino Fundamental 1, tem como pilar as estimulações psicomotoras. São atividades lúdicas as quais incentivam a prática de comunicação com o mundo através do corpo. Além disso, as aulas proporcionam a interação uns com os outros, possibilitando o crescimento da criança em todas as áreas, incluindo o corporal.

Aula Aberta

A aula aberta é realizada uma vez por semestre, para os pais poderem acompanhar o desenvolvimento dos projetos juntamente com as crianças, com propostas já vivenciadas por elas. A aula aberta na?o significa apenas a exposic?a?o de atividades, mas uma  oportunidade dos pais participarem da vida escolar dos filhos. Acreditamos que tempo de qualidade entre pais e filhos, e? essencial para o desenvolvimento psicoafetivo  das crianc?as, fator esse  muito importante para o desenvolvimento cognitivo . A fami?lia e? a base sobre a qual se assenta o alicerce da personalidade da crianc?a. Acreditamos que a interac?a?o entre fami?lia e escola deve deslocar-se na direc?a?o de uma alianc?a.